domingo, 14 de março de 2010

Sacolas pra que te quero

Muitos taxistas não gostam de parar em pontos de supermercado. O problema destes pontos são as sacolas de compras. O taxista precisa ajudar a colocá-las no porta-malas e depois, no final da corrida, ajudar a descarregá-las. Como não existe uma regra clara para a cobrança de tal serviço, muitos taxistas não cobram, mas também não fazem esse tipo de corrida. Ponto.
Meu colega Marimbondo, porém, não vê problemas nas sacolas, pelo contrário, aproveita a ocasião para ganhar um extra. Ele trabalha no ponto de um grande supermercado. Gentil e prestativo, ganha boas gorjetas dos clientes, por conta da ajuda com os volumes. Mas nem sempre as coisas saem como o esperado.
Marimbondo contou que, certa vez, vinha rodando por uma avenida quando um casal de idosos fez sinal para seu táxi. Eles estavam parados na calçada, rodeados por uma quantidade de sacolas de supermercado. Acostumado com esse tipo de corrida, o taxista parou e já foi abrindo o porta-malas. Enquanto os velhinhos embarcavam, ele acomodou as compras no bagageiro, já calculando quanto poderia cobrar pelo transporte dos volumes.
O taxista passou a corrida toda falando da sua forma de cobrar pelas sacolas de compras. Fez questão de esclarecer que a gratificação fica a critério dos passageiros, mas deu a entender que esperava que fossem generosos. Encolhidos no banco traseiro, os velhos pareciam não entender onde o motorista queria chegar com aquele assunto.
No fim da corrida, eles pagaram o valor exato que estava no taxímetro e se foram. Marimbondo chamou-os, abriu o porta-malas, perguntou se não iam levar as compras. Os velhos se olharam com cara de espanto, responderam que não haviam comprado nada.
Só então, meu colega percebeu que as sacolas não tinham nada a ver com o casal: elas continham lixo reciclavel, que estava na calçada à espera da coleta seletiva...

18 comentários:

Anunciação disse...

Coitado do Maribondo,rs.

Eliana disse...

Hahahahahaha
Tô com dor na barriga de tanto rir!!!
Isso é melhor que piada de portuga!
Hahahahaha
Muito bom!

Abraços!

Dalva M. Ferreira disse...

Putz!

Gorby disse...

Ahhhhh, senão não é o melhor post e história de sempre, pelo menos a mais engraçada é!!

Abraço

Guilherme Madeira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Becher disse...

O coitado do Marimbondo caiu na velha história dos malotes roubados, com duplicatas dentro, onde o ladrão até hoje está endividado.

Marimbondo não ganhou uns trocados, mas ajudou a natureza (serve de consolo)

Ricardo Mainieri disse...

Essa foi uma ferroada no Marimbondo...(rs)
Sutil ele pretendia angariar uns trocos dos idosos e levou na cabeça.
Pelo menos quando compro no super, ponho no banco de trás, junto comigo...

Abs.

Ricardo Mainieri

Carol Maia disse...

E o Marimbondo só se ferra, mesmo!!!
Adorei!

Haruko Artes disse...

rsrsrs Boa semana!

Liziane disse...

Hahahahahaha, fazia tempo que não vinha aqui no blog, mas valeu. Ri com gosto.

Celso Ramos disse...

Olá !!!
Obrigado pela visita!!
Seu amigo só pecou pela falta de comunicação...(mal que aumenta a cada dia),presupondo que as sacolas:
1º fossem de compra (sem olhá-las)
2º que pertenciam aos velhinhos (sem perguntá-los).

Triste se não fosse cômico!!!
Abraços e quando quiser pintar no meu espaço será sempre muito bem vindo!!!!

NaNa Caê disse...

uisadhuiashduihaiudhaiuhdiauhs


seu blog é muito bom, o conheci agora, por meio de um link no Releituras e estou adorando!

Roberta AR disse...

Adorei o texto. Vamos publicá-lo no Facada Leite-Moça, já que você deu autorização prévia para que façamos isso de vez em quando.

beijos

Clarice disse...

Eu imaginava que tinha um final do tipo, mas queria ver a cara desse sujeito. E que apelido, hein?
Tá na hora de ter umas caixas no porta-malas, assim descarrega tudo de uma vez só.
Com essa lei de sacola reciclável, vai facilitar a vida de vocês.
Beijos.

Silvia disse...

Muito divertida, essa história, foi bom pra contrabalançar com a mais recente, que li antes.... Há braços, Mauro.

Carmem Tristão disse...

aaaaaaaaaaiiiii que sacanagem rsrsrsrs pelo menos não era lixo fedido né rsrsrs

Anônimo disse...

pior fui eu que peguei as compras de outras pessoas, que aguardavam o familiar vir busca los e misturei com as compras dos passageiros e tive de aguentar a sra me acusando de roubo

BUGALU DO TAXI SP

Rick neto disse...

Gostei bastante.rsrsrsrs