domingo, 19 de dezembro de 2010

Papai Noel é meu chapa

Imaginem a cena. Uma menininha, agarrada à perna da mãe, olhava para o Papai Noel com olhos de medo. Não parecia muito disposta a aproximar-se do bom velhinho. Noel, sentado em sua cadeira, em frente à grande árvore enfeitada, sorria para a criança da forma mais inofensiva possível. A mãe da menininha falava ao ouvido da filha, tentava encorajá-la, mostrava como outras crianças estavam indo até o Papai Noel, sentando em seu colo, ganhando pirulitos.
De longe, a menininha abanava para Papai Noel. Um aceno tímido, curto, mal mexia a mão. Ela sorria também. Um sorriso nervoso. Enquanto conversava com a filha, a mãe ia sutilmente empurrando-a com as pernas. Em passos curtos, medidos, as duas iam aproximando-se. À medida que chegavam mais perto, o abano da criança encurtava ainda mais, sua mãozinha estava quase encostada junto ao corpo. Na tentativa de vencer a resistência, Papai Noel oferecia-lhe um pirulito.
Relutante, a menininha estendeu seu pequeno braço e pegou o pirulito com a ponta dos dedos. Papai Noel chamou-a mais para perto, o suficiente para que pudesse falar-lhe algo - talvez perguntar o que ela pretendia ganhar de natal. Assim que pode, a criança agarrou-se mais forte às pernas da mãe, puxando-a para longe dali. As duas saíram felizes. A menina com seu pirulito, a mãe orgulhosa por ter ajudado a filha a vencer seu medo.
Respirei aliviado com aquele final feliz - eu e as crianças que estavam na fila esperando sua vez.
Tão logo teve uma folga, Papai Noel veio até mim com um pirulito. Batemos um papo rápido enquanto ele esticava as pernas. Ele trabalha há 43 anos como Papai Noel. Todos os anos eu o encontro no mesmo shopping. Lisonjeiro, disse que continua acompanhando minha coluna no jornal. Confessou que dá boas risadas com minhas histórias. Que legal!
Deixei com ele meu pedido: menos semáforos e mais viadutos na terceira perimetral. Não custa tentar.

11 comentários:

Eduardo P.L disse...

Só você, e a menininham, ACREDITAM em Papai Noel! E pior, continuam dando PIRULITOS!
Esquece os viadutos e semáforos!
A única vantagem, desse, é que tem bom gosto literário!

Forte abraço e BOM NATAL para toda família!!

Fernand's disse...

menos carros tbm seria ótimo!


rsrs
bjs meus

Clarice disse...

Queria mesmo era saber o que um marmanjo fazia na fila de Papai Noel.
Fala a verdade: foi pedir uma inspiração pro teu colorado, né?
Por estas bandas, menos lombadas seria um milagre, não um presente.Menos turistas nem me atrevo a pedir.
Abraços a sufocantes 32 graus, céu zul, mar de piscina...

Delafonte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Delafonte disse...

Tem uma foto minha com papai Noel. Tava com uma camisa do Mickey Mouse. As minhas pernas finas como caniços saiam de um calção azul anil. Meu cabelos estavam rebeldes, e eu tinha uma sorriso que não mostrava os dentes. Horrível.

Ricardo Mainieri disse...

Quem sabe Papai Noel te atende, Mauro.
O escritor é sempre um ser que está observando o mundo. Da sua visão peculiar, nascem crônicas sensíveis como esta.
Meu pedido ao Papai Noel é que teus colegas do ponto fixo Capitólio não sumam nas sextas-feiras à tarde quando tu precisa mais deles...

Ricardo Mainieri

Dona Sra. Urtigão disse...

Olha, pessoal, eu acredito sim ! Há dois anos atras pedi ao Noel meu presente no blog e ganhei - pedira um pouco de tolerancia, ganhei muita, foi um ano muito bom devido ao meu presente; ano passado "me achei" e não pedi especìficamente nada, , ganhei... nem sei o adjetivo para usar, um trambolho, um encosto, um carma pesado para solucionar, sei lá, ano muito difícil. Esse ano estou pesando com muito cuidado o que vou pôr na cartinha do Velho.
(e Fernand's pedir menos carros - voce ou está sendo egoista, querendo tirar o dos outros e Pai Noel não gosta de gente assim, ou então está sendo generoso, querendo tirar o seu e o Noel pode conceder...)

Plinio Nunes disse...

Nesta quarta,pela sexta vez, sairei vestido de Papai Noel. Vamos, mais uma vez, entregar presentes pelas vilas da Capital. atendendo às cartinhas das crianças. Não dá para descrever a emoção de ver aquelas carinhas de olhos brilhantes. Principalmente os bem pequeninos que não pedem nada, querem apenas um carinho, um olhar, uma atenção do Papai Noel. Nada paga essa emoção.

Plinio Nunes disse...

Tomara que o dia não esteja tão quente...

Palavra Doce disse...

Feliz Natal!

Feliz 2011!

Seja feliz sempre!

Palavra Doce .........

http://palavradoce.zip.net/

Anunciação disse...

Feliz Natal!Encontrando seu amigo,dê-lhe um abraço e lhe peça pra melhorar meus cabedais para eu poder ajudá-lo a presentear mais pessoas.Há braços!