segunda-feira, 13 de julho de 2009

A arte de ser feio

Ser feio é uma arte. Nós, os feios, aprendemos, desde muito cedo, que não viemos ao mundo a passeio. Pesquisas mostraram que pessoas com “boa aparência” têm mais chances de vencer na vida.
Assim, os feiosos, como eu, precisam se puxar. É o que faço: estudo muito, trabalho muito, procuro descobrir algum talento para música, literatura, desenho. Enfim, ser feio é uma arte.
Conheço poucas pessoas tão feias quanto eu. Uma delas é o poeta Fabrício Carpinejar. Em um concurso internacional de feiura, eu e o Fabro nos sairíamos bem. Não é à toa que o Carpinejar é considerado um dos escritores mais talentosos do Estado.
Desprovido de outras ferramentas para conquistar as mulheres (que no fundo é o que todo homem procura), o Fabro precisou trabalhar com aquilo que ele tinha à mão: o talento para a literatura. E, assim, nasceu mais um feio de sucesso.
Eu não tenho o talento do Carpinejar, mas sou fisicamente parecido com ele. Certa vez, eu estava tocando na igreja da minha vila, na qual faço parte do grupo musical, e minha esposa assistia à missa. De repente, a mulher que estava sentada ao lado dela se vira e lhe sussurra:
– A senhora viu quem está lá na frente, tocando teclado?
– Claro que vi – respondeu a minha mulher – é o meu marido.
Ao que a outra exclama, com cara de espanto:
– Então, a senhora é esposa do Fabrício Carpinejar!
No próximo sábado, dia 18, eu e o Carpinejar, o Filhote de Cruz-Credo, deveremos nos encontrar. Não, não será nenhum concurso de (pouca) beleza. Estaremos participando da VII Feira Literária de Viamão, da qual o Fabrício é o patrono. Será um bate-papo informal sobre, entre outras coisas, a arte de ser feio e de contar histórias. O evento será em frente à Igreja Matriz de Viamão, no Centro da cidade. Apareçam!

31 comentários:

Anderson disse...

Contar estórias é uma arte.
Que você conhece muito bem.
Não posso falar do Carpinejar, eu nunca li nada dele, mas aposto que se você está falando que é bom, é bom mesmo!
Excelente semana!

thais disse...

"Eu não tenho o talento do Carpinejar...". Além de tudo, é modesto. hehe.

Anônimo disse...

Calma, calma Mauro isso já passou da modéstia para o nível da auto- depreciação (nem sei se escreve deste jeito). Olha a auto-estima, amigo, és um grande operário das letras. Abçs

karin disse...

Não seja tão modesto amigo...eu acho que vc não sabe o que é feio.Pena que é tão longe,eu ia adorar de aparecer nesse evento.Beijo.

Anônimo disse...

Mauro, você já pensou em entrar no Twitter também? Dê uma olhada, siga o pessoal que você gosta e veja se também não fica com vontade!

Até mais!

Edmilson disse...

Realmente, Mauro, o cara é realmente muito bom. Deu um show na entrevista para o Jô. Abraços.

Patricia Bastos disse...

Se você não tem o mesmo talento do Carpinejar, alegre-se porque também não tem a mesma feiura que ele. Num concurso de beleza às avessas com vocês dois disputando, com certeza você não levaria o primeiro lugar.

Gorby disse...

Que post tão feio!!! Bom trabalho!

Abraço

Dalva M. Ferreira disse...

Bem... quem ama o feio, bonito lhe parece. Tinha que ser da terrinha!

Giane disse...

Caramba! Se morasse em Viamão iria conhecer esses "feinhos" tão charmosos...

Olha o lado bom, Mauro.
Vocês são homens e são magros.
Fossem mulheres feias e gordas aí sim, Vocês teriam que "rebolar" bastante...

Ahahahahah!

Beijos mil!!!

Plinio disse...

Um amigo meu, que também faz parte desse nosso time (dos não contemplados pela beleza física) tinha sempre a mesma atitude quando lhe diziam que era feio. Ia logo para o bar, enchia a cara e chegava em casa depois das três da manhã. Tudo isso pra ouvir da esposa, de mãos na cintura, feito um açucareiro:
- Bonito, hein?

Tago Medina disse...

Sim, sim, me lembro quando vi essa foto na parte lateral do blog achei que vocês eram irmãos...
Cara de um focinho de outro!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Mauro,

Que visita mais bacana a sua. Esse blog é muito bom, você escreve muito bem e adorei. Olhando a foto vi o quanto você parece com o Carpinejar. Pois é, hoje em dia o homem não precisa mais ficar preocupado se é bonito. O mulherio cai em cima de qualquer jeito. O negócio tá ficando sério! Até analfabeto as moças estão catando. Ainda bem que encontrei o meu amor e aí dele se olhar pro lado...ahaha

Estamos oferecendo um selo contra o plágio. Se você quiser é todo seu.

Espero não perder contato.

Noite de luz!

Rebeca

-

Miguel Pincerno disse...

Bom Mauro, nunca comentei porque não sei o que escrever em um comentário haha, mas, só para registrar minha presença. Abraços!

Lelê Maria disse...

Em entrevista ao Jô, o moço aí fez o maior elogio à mulher que eu já ouvi: um feio exalta a beleza de quem o acompanha.

E pode ter certeza, mulher gosta de cuidar de homens feios, deve ter alguma coisa relacionada à procriação.

E olha Mauro, o Fabrícia não tem salvação, mas até que vc é jeitosinho :D

Abraços.

Anônimo disse...

Mauro, além da arte de ser feio e contar histórias, pode falar tranquila sobre a arte de escrever, da qual és mestre. Aqui tem a tal Flip que é mesmo muito boa, mas o Taxitramas deveria ter lugar cativo, inclusive nos debates. Ia bombar!!!

rnt disse...

e eu viajo nas suas histórias tbm, viu. =]

Anna Flávia disse...

Ahahaha Que legal. Vocês se parecem mesmo, oh! :P
E os dois escrevem bem. Muita coincidência... Vocês não são irmãos, são? :P
Queria poder comparecer, mas é longe daqui.

Idéia massa pra um blog, Mauro! Acho que você já deve ter cansado de ler/ouvir isso, mas não podia sair sem dizer.

Beijos!

Eliana disse...

Vi a entrevista do Carpinejar no Jô e adorei! Não o conhecia, ele é muito figura!

E você Mauro, quando pretende aparecer no Programa do Jô? Ia ser ótima essa entrevista!

Bom, e quanto a beleza, meu pai já dizia: "Beleza não põe mesa!"

O que importa é o conteúdo do frasco!

Abraços!

Ricardo Mainieri disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo Mainieri disse...

Olha, Mauro, dá pra juntar o Guinazzu e dar um belo, digo, feio trio de pouca grama...(rs)
Mas, bincadeiras à arte, a literatura ajuda a nos aproximar do público feminino.
Elas devem preferir um escritor sem muitos dotes estéticos do que um engravatado troglodita...
E teu maior dom é o estético: a arte de contar estórias.

Abraço.

Ricardo Mainieri

Clarice disse...

Mauro, o assunto se estenderia por quilômetros. Só registro que esse negócio de chamar a atenção pra feiúra é golpe baixo. Se fosse assim todos os menos galãs teriam talento de sobra e os mais bonitos seriam todos burrinhos.
Parabéns pela Feira.
Melhor vocês dois não andarem juntos, porque se prevalecer a feiúra na hora da conquista o talentoso Fabro te rouba todas!

Abraço e cuide-se bem.

Plinio disse...

Tem um amigo meu que é tão feio, mas tão feio que começou a caminhar aos quatro meses de idade. É que ninguém queria ficar com ele no colo.

LUIZ GONZALEZ disse...

MAURO....não seja tão modesto...

Faça como um amigo meu, que por sinal está no Japão há 2 anos e meio, o DANIEL HITOSHI que costuma dizer o seguinte:
"" O MUNDO PRECISA DE GÊNIOS MAIS HUMILDES..!!!
NÓS SOMOS TÃO POUCOS...""
rsssss......
Não é fácil encontrar Gênios na Arte de escrever MAURO, mas Voce escreve muito bem e está no caminho certo...no mesmo caminho do FABRÍCIO CARPINEJAR, pode ter certeza disso..!!!
O Fabrício escreve muito bem..!!!
Mas "bota" muito bem nisso...!!!
Mas voce, MAURO, também não fica nada atrás, sem bajulação, opinião sincera...
Mas agora falando de feiúra...
Difícil escolher hein..????
rsssss.....
Como bem escreveu o PLÍNIO em seu comentário, anterior ao meu, voces 2 devem ter começado a andar com 3 ou 4 meses....
rsssssssssssssss......
Brincadeiras a parte, ser FEIO também não é para qualquer um não, MAURO e FABRÍCIO....!!!!
Tanto não é para qualquer um, que EU NÃO SOU...!!!...
Abração..!!!

Hess disse...

ihhh!!!...
rapaz, se vcs cruzassem ia sair assim uma mistura do ET com o idem de Varginha!!!
não seria bom fazer um teste DNA p confirmar q vcs são irmãos e aproveitar fazer uma novela??!!
abçs!!

Viva disse...

Conheço os dois tanto pessoalmente quanto pelos seus textos. Quem dera a humanidade tivesse pelo menos uns 50% de "feios" maravilhosos como vocês dois!

Anônimo disse...

tu realmente e mto feio

zeca disse...

*Sou tão feio que se eu fosse dois, eu seria o mais feio.
*Quando nasci meu pai ansioso perguntou para a enfermeira: Nasceu? nasceu? Ela então respondeu: Não, por enquanto só saiu a placenta.
*Quando nasci era tão feio que o médico pra me fazer chorar me bateu na cara.
*Quem ama o feio gosta de jiló, suco de cebola, e chiclete de alho.

catarina disse...

Lamento decepcioná-los. Não os acho feios. Conheço pessoas feias, elas são cinzentas, mal-humoradas e passam a vida delas tentando fazer mal para outras pessoas, porque se sentem perseguidas. E são invejosas, Deus como são invejosas. Essa pessoas sim são medonhas. Vocês são uns fofos.

Anônimo disse...

Segundo as mulheres, o feio pode compensar a falta de beleza física ao ser simpático, extrovertido e bem humorado. Entretanto, isso não funciona muito bem no mundo real. Quando o feio tenta ser engraçado, ele é ridicularizado e esnobado na maioria das vezes, enquanto o bonito fala qualquer merda e é aplaudido. A única solução, para nós feios, é alcançar o status. Status é a forma definitiva para compensar a feiura.

ElementsSoulOT disse...

E quem é feio e não é bom em nada?
FUUUUUUUUCK