segunda-feira, 8 de junho de 2009

Vai ter festa na zona!

Um rapaz humilde me para na Avenida Azenha e pergunta se cabe no táxi uma tevê de 20 polegadas. Dá-se um jeito, deixa pra mim. Enquanto enfio a caixa no carro, ele finaliza a compra de uma touca do Grêmio em uma banca de camelô.
Durante a corrida rumo ao Morro da Polícia, o rapaz me informa que ganhou R$ 3 mil em um bilhete de raspadinha. Falou que tinha depositado R$ 1 mil em sua conta no banco, que estava negativa, e que pretendia queimar o resto da grana.
Até então, já tinha comprado a touca, a tevê e um relógio de pulso, que balançou próximo ao meu ouvido, para que eu escutasse o barulhinho do chacoalhar da pulseira metálica – uma beleza de som, segundo ele. Confessou que mal podia acreditar que tinha pago “duzentas pratas” por aquele relógio.
O rapaz contou que ganha cerca de R$ 600 por mês como auxiliar de pedreiro e que, no dia anterior, teve de vender três latas de azeite para comprar um “baseadinho”, tamanha era a pindaíba em que se encontrava. Disse, também, que sua mulher é faxineira, mas que não estava podendo trabalhar, porque estava para ganhar o quarto filho do casal.
Meu passageiro, eufórico, não demonstrava pena em queimar a grana. Disse que só não tinha comprado uma tevê de 29 polegadas porque não caberia no táxi, e a loja só prometia entregar em três dias. Como havia jogo do Grêmio naquela noite, decidiu-se por um aparelho menor, que pudesse levar no táxi.
Quando perguntei o que pretendia fazer com o resto do dinheiro, meu passageiro abriu um sorriso de orelha a orelha. Falou que a gravidez da sua mulher estava lhe deixando louco. Assim, usaria a grana para impressionar umas “gurias” em uma dessas casas de má reputação da Avenida Farrapos.
A julgar pela gorjeta que recebi, as gurias de vida fácil vão fazer a maior festa!

23 comentários:

Dalva M. Ferreira disse...

ô coitado! Tomara que ao menos ele passe na farmácia antes de ir para a festa...é quase certeza que não vai passar, todavia. Eita nós, o povo.

Anônimo disse...

Muito instrutiva sobre o destino que se deve dar ao dinheiro ganho fácil kkk mas, o que impedia a esposa de estar ainda na ativa? A menos que ela esteja nas últimas semanas ou q não goste de manter relações grávida, não dá pra entender essa seca toda hoje em dia, êta ferro. :) Bj Mauro

Nana disse...

bah, por isso que continuam sempre pobres.

Karin disse...

Dinheiro que se ganha fácil se gasta fácil...fácil.Uma pena.Abraços.

Roberta AR disse...

É bom se dar presentes na vida. E se o dinheiro que a gente nem contava em ganhar não servir para isso, serve pra quê? Afinal a vida não pode ser feita só de responsabilidades.

Tiago Medina disse...

Ah, se eu ganhasse 3 mil...

Silvia disse...

que babaca....

Anônimo disse...

Coitado do pobre, não tem direito nem à esbanjação

Anônimo disse...

Nossa mas que baseado caro...

Baztos disse...

RobertaAR, a vida nao é só responsabilidade para solteiros que nao possuem 4 filhos e esposas para criar.O dinheiro que ganhamos se contar, no caso do gremista,deveria ir para dar "menos piorar" a vida da familia, e nao parar nas maos da maquina de prostituição....
Já a gorjeta para o taxista foi merecida, rsrsrsrs

Dirceu disse...

Não adianta... podem me chamar de preconceituoso, mas parece que ralé será sempre ralé.
Se finalmente ganha um pouquinho mais de dinheiro, não sabe o que fazer com o tal.
Claro que nada de mal em querer comprar uma TV, mas de resto...

Lidiane disse...

Minha mãe sempre dizia: a ignorância é uma bênção!

Eliana disse...

O que mais me impressionou foi o detalhe "4 filhos"... Ele deixou claro que não tinha tv, senão não teria comprado... Mas agora com a tv nova de repente a produção pare por aí! Jesus! Sem preconceito, mas quanto mais pobre, mais filho tem!

Gorby disse...

Por norma quem pouco tem, quando tem alguma coisa gasta de uma vez antes que perca! Com o dinheiro que ganhou, deveria ter-se preocupado mais com a mulher, os filhos e aquele que ainda está na barriga pois dali a alguns meses não vai ser a tv que vai dar de comer às crianças!

Anderson disse...

infelizmente esse ainda é o pensamento da maioria das pessoas. Momento algum pensou na mulher ou na filhinha.
Apenas comprou coisas para ele, para seu desfrute.
Não consigo ser individualista como ele. Como ele e a maioria da população.
Excelente semana.

Clarice disse...

Parece que o cara andou estagiando nos EUA.
Agora é torcer para a poupança render mais que a miséria.
Abração.

tesco disse...

O caso pode ser apenas ficção, mas este é o comportamento padrão da maioria do povo, "Nada de guardar dinheiro , vamos torrar!". E, se possível, só em superfluos. Dá pena ver esta mentalidade predominando. _Abraço.

Márcio Diemer disse...

Grande Mauro! Pra ti não precisa de promoção! É só pedir que tu ganha o mascote meu camarada! Serealmente quiser vamos conversar! Anota meu e-mail ai: marcio.diemer@yahoo.com.br
Um grande abraço!

Anunciação disse...

Entendi que o da poupança é para as despesas com novo ou nova habitante do planeta que está chegando.Pena que ele se exponha a divertimento tão arriscado.Fico pensando,fora o cuidado que ele deve ter com a familia,se não vale a pena curtir e gastar esse dinheirinho no superfluo e se dar esse prazer.

Giane disse...

Oi, Mauro!

Menino, cada um aproveita a Vida como quer...e principalmente como e quando pode!!!

Beijos mil!!!

PS:Cinema Paradiso está entre os filmes que não canso de assistir e claro, sempre choro na última cena.

Alexandre RJ disse...

É Mauro, vem fácil, vai fácil... se não soubesse do imenso carinho que tens por sua família, diria que ia gastar sua boa gruja lá também, assim teria mais histórias pra contar... abraços amigo, e como sempre, muito boa essa também!

Germano Xavier disse...

Sorte sua, Mauro, que levou a gorjeta pra casa e azar da mulher dele, por ter se enamorado por um sujeito dessa espécie.

Sobre a Maíta, minha professora, já conversamos sobre o assunto sim. Ela diz sempre que o marcelo era mesmo um grande amigo e uma pessoa muito querida. e diz ue ficou surpresa quando viu seu nome no livro.

Abraço forte, meu caro.
Bom estar aqui.

Danilo disse...

Certeza que ele era gremista???

Aqui pras bandas de São Paulo, a gente conhece pessoas assim como galinhas pretas, mais especificamente, corintianos! kkkkkkkkkkkk