quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

taxímetro desligado

Taxista não tira férias: tira "uns dias". Estou passando uns dias longe de Porto Alegre, longe do táxi, dos congestionamentos, das confusões. Pernas para o ar, recarregando a bateria, respirando muito ar puro e arte, na casa de um blogueiro amigo, artista plástico talentoso, que, além de tudo, revelou-se um anfitrião extemado, um parceiro agradável para longas conversas, uma fonte inesgotável de boas histórias. A família Castro está agradecida, usando e abusando desta hospitalidade.
O táxi que espere um pouco.

6 comentários:

Eduardo P.L disse...

Obrigado amigo Mauro!

Ligéia Alone disse...

Boas férias, ou melhor, bons dias.

Anunciação disse...

Tive um pouquinho de inveja...Você merece.Vida de taxista é dura.Aproveite bem os seus dias.: )

Clarice disse...

Oh, folga, sô!
Agora que já vimos os pés,esperamos pelas outras fotos. Avise onde estarão.
Abraço e bom retorno ao trabalho.

cacerenga disse...

Foto bacana. E quer dizer que taxista pra tirar férias tem que ir pra longe, é, hahaha. Isso é que é um vício danado pelo trampo.

Carolina Clemens disse...

Aproveita pra ficar em pé, depois de tanto tempo sentado no trabalho!
hahaa