segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Apuros de um velho amante

O Moreira é um passageiro antigo do meu ponto. Quando mais jovem (menos velho), costumava tomar porres homéricos. Nestas ocasiões, ligava para nosso ponto solicitando uma "remoção", tal era o estado em que ficava. Mas Moreira acabou largando a bebida. Largou também o cigarro e o jogo de cartas. Do alto dos seus setenta e tantos anos, ele costuma dizer que lhe restou apenas um vício: as mulheres. Vira e mexe, Moreira está às voltas com alguma namorada.
Dia desses, ele me pediu um favor especial. Precisava que eu o ajudasse a comprar um telefone celular. Acontece que sua atual namorada estava ligando para sua casa. Desconfiada, a mulher do Moreira havia instalado um identificador de chamadas, para desmascarar a amante. Foi quando meu passageiro teve a idéia de comprar o celular.
Levei-o ao shopping mais próximo. Como ele tem dificuldade com tecnologia, escolhi o modelo mais simples da loja. Poucos botões. Os números para digitar, liga no verde, desligar no vermelho. Muito simples. Depois de demonstrar como funcionava a coisa, Moreira colocou seu telefone no bolso e partiu.
No outro dia, ele apareceu no ponto coçando a cabeça. Não estava atinando a ligar pra moça. A partir de então, sempre que queria ligar para a namorada ele me procurava no ponto. Eu ligava e passava para ele. Moreira encostava o telefone na orelha e se ia, mais feliz que formiga em tampa de xarope.
Certa feita, encerrada a ligação, meu cliente foi pra casa e escondeu o celular embaixo do colchão, como de costume. Porém, esqueceu de desligar o aparelho. O pior aconteceu: quando já estava deitado com a patroa, dormindo, o telefone começou a tocar embaixo da cama. Moreira disse que jogou o celular pela janela do apartamento!
Desde então, quando quer ver alguma namorada, Moreira pega um táxi e vai até ela. É mais garantido.

25 comentários:

Anderson disse...

Essa coisa de namoro com o celular não dá certo não.
Mais cedo ou mais tarde a mulher termina achando alguma coisa no celular.
Excelente semana!

Dirceu disse...

"Véio" safado...

Adro disse...

hahaha... imagina a cena... o tio saltando da cama e jogando o cel. pela janela... hahaha
com o advento Viagra a terceira idade ta fazendo a festa... dizem que tem um comprimido novo na praça que de tão forte só do camarada comprar na farmácia e guardar no bolso da calça já corre o risco de endurecer a perna...hahaha
Ótima semana p/ vc Castro mano...
Abraços

Tita disse...

Aaaaah hahahahaha! Maldita tecnologia. Sempre digo que ela afasta os mais próximos e aproxima os mais distantes. E o melhor: une os improváveis.
Abraço, grande Mauro Castro.

Anônimo disse...

Não por nada mais taxista é triste...
Brinkadeirinha
Uma vez a amante do meu marido dexo uma mensagem na caixa postal do celular e como ele trabalha a noite ele estava dormindo quando a mensagem foi recebida...
Eu peguei o celular e vi a mensagem, acordei eli quebrando o celular nele....
Mais essa história tem muitu mais coisas....
E claru estamos juntos até hoje...
Mais me vinguei dele pois trai eli com seu melhor amigo...
E contei tudinhu...
No inicio quis me matar...
Mas no fim estamos juntos ate hoje....
hshshahshshahsahsh
Kell
Vc poderia fazer uma crômnica de taxistas safadus...
Né Mauro...
Adorei....
Nem os velhinhus escapam....
Beijos
;@

João Sá disse...

É a velha frase, sabedoria popular: "Se não sabe, deixa.".
Abraço

**** disse...

E bem melhor pra vc também...
Em vez de gastar com fone, gasta com táxi. Rsrsrs
Abraços e pernas!

Tiago Medina disse...

Nada como ser objetivo. Até porque a tecnologia complica - e entrega -, de vez em quando...

Carmem Tristão disse...

hahahahahahahahaha!!!!!! os nossos velhos e a tecnologia!!!!!! rsrsrsrs minha avó, que já tem quase 80 anos, adora bater perna. demos um celular pra gente poder encontrá-la. daqueles pra crianças bem pequenas, com o botão verde, o vermelho e três números de emergência. ela jogou fora. a justificativa: "vcs me ligam o tempo todo!!!!!"

agora vamo combinar: que cliente mais invocado que vc tem hein!!!!!!! rsrsrsrrs

Clarice disse...

O sujeito não bebe, não fuma, alguma coisa tem que fazer na vida, não é não? Quem sabe um dia ele descobre um orelhão pra apostar no bicho, como desculpa.

Conta pra mim que raio de telefone é esse que não descarrega bateria, sô! :)
Abração e boa semana.

Nana disse...

Nossa, tem que ser guerreira pra encarar um velho de 70 e poucos anos... Ou ser muito caída... hehehe
Eca!

Dani e afilhadas disse...

Boa noite. Tenho acompanhado há um tempinho seu blog e adoro ler as histórias.
Bjs
Daniela

karin disse...

Não é pela idade não..pq conheço uns sinhozinhos de 70 e lá vai cassetada bem apanhados ainda...Mas que são safados são..kkkkkkkkkkkkkk...e depois cavalo velho gosta de pasto novo né.Boa semana.

karin disse...

Não é pela idade não..pq conheço uns sinhozinhos de 70 e lá vai cassetada bem apanhados ainda...Mas que são safados são..kkkkkkkkkkkkkk...e depois cavalo velho gosta de pasto novo né.Boa semana.

Anunciação disse...

Safaaado esse veinho!

Danilo disse...

Mas que véio picareta rapaz... rsrs

igorlluz disse...

E ai Maurao ,gostei muito do Moreira ja estou na idade de tambem largar tudo e foi muito bom ler esse comentario sobre o
Moreira para nao fazer o mesmo erro ,e nao comprar celular e sim pegar o taxi do Maurao hahahahaha

Dalva M. Ferreira disse...

Magistral, Mauro. Feliz como formiga em tampa de xarope foi boa, ahahahahaha...

Gorby disse...

Quando toda a gente se preocupa em ter os melhores gadgets da tecnologia, eu continuo a achar que há muita coisa do passado que fazia a nossa vida ser bem melhor pois por vezes a evolução tecnologica faz-nos esquecer certos valores e coisas simples e pode até trazer problemas, como vimos aqui!!!

Fique bem, um abraço e um obrigado pela dica do coro para o casamento!!!

Edgar disse...

Esse véinho é dos meus!

tatiana disse...

Véinho animado, poxa. Que bom! ahahahaha
beijos
tati cavalcanti

Plinio disse...

Essa história mostra que táxi tem 1001 utilidades.

andreatrom disse...

Meu Deus! Choquei agora! Você é um grande cronista, sabia?
Foi um prazer, vou ler tudo, rsrs, muito muito bom.

Silvia disse...

Tem mulher que é cega (ou surda)...

luka disse...

Eu protesto! Quem foi comprar esse celular pra ele foi eu e não o Mauro! Ele me deu o dinheiro e a carteira de identidade dele, fui no shopping e comprei pra ele. Não vale Mauro esse crédito era meu. Bj.